Cálculo de salário líquido: Aprenda a fazer para autônomo, para servidor público federal, com horas extras e mais!

caneta e dinheiro com calculadora para representar cálculo de salário líquido

Quando começamos a trabalhar em uma empresa, acertamos qual será o nosso rendimento mensal pelo período de trabalho. Entretanto, no início do próximo mês percebemos que o que recebemos foi apenas uma parcela desse valor total. O montante total que nos foi informado no momento da contratação é chamado de salário bruto. O salário líquido representa o volume de dinheiro que vai pro nosso bolso, a vista ou em conta. A diferença entre os dois salário se dá pelos descontos oficiais sofridos pelo salário bruto. Mas afinal, o que são esses descontos oficiais que reduzem nosso recebimento? E, principalmente, como calcular qual o valor do nosso salário líquido?

Confira no nosso artigo e tire suas dúvidas!

Como fazer o cálculo do salário líquido em 2019?

De uma forma geral, para fazer o cálculo bastaria subtrair do seu salário bruto, o número correspondente a esses percentuais descritos acima. Entretanto, para que o cálculo seja efetivo, você deve ter um conhecimento total de quais são os descontos que incidem sobre o seu salário especificamente.

Os principais descontos que recaem sobre o nosso salário bruto são os referentes ao INSS e ao Imposto de Renda (IRPF).

Para fazer o cálculo líquido em 2019, basta subtrair o valor do seu salário bruto, menos a soma de todos os descontos aplicados sobre sua folha de pagamento (Ex: Salário Bruto – Descontos INSS – Descontos IRPF).

Os descontos do INSS giram em torno de 8% a 11% do salário bruto. O Imposto de Renda, por sua vez, varia entre 7% a 27,5% do salário bruto, menos o valor que já foi subtraído referente ao INSS. A variação desses percentuais se dá conforme o valor do salário bruto.

E quando existem horas extras?

Elas também devem entrar na conta! O seu salário bruto compreende, de acordo com as leis trabalhistas atuais, a importância estipulada em contratação e as horas extras prestadas pelo empregado.

Além disso, também devem constar as comissões pagas quando tiver, as gratificações legais e de função (em caso de trabalhos que possuem adicionais de periculosidade e insalubridade) e o auxílio alimentação e transporte.

Agora mãos a obra!

Para construir seu cálculo, escreva em uma coluna o valor total do seu salário bruto.

Em outra coluna, escreva o valor final dos seus descontos (as porcentagens dos impostos que incidem sobre o seu valor).

Lembre-se que para cada valor de salário recebido existe uma alíquota diferente para os impostos.

O cálculo do salário líquido em 2019 leva em conta as seguintes alíquotas de INSS:

  • Salários até R$ 1751,81 pagam alíquotas de 8%
  • Salários entre R$ 1751,82 e 2919,72 pagam alíquotas de 9%
  • Salários entre R$ 2919,73 e 5839,54 pagam alíquotas de 11%
  • Salários acima de R$ 5839,55 pagam um valor fixo de 649,34.

No caso do Imposto de Renda sobre Pessoa Física (IRPF), também existe o desconto da dedução. Portanto, o valor final será o salário de cada faixa multiplicado pela alíquota, menos o valor da dedução. Portanto, o cálculo do salário líquido em 2019 leva em conta as seguintes alíquotas de IRPF:

  • Salários até R$ 1903,98 não pagam Imposto de Renda
  • Salários entre R$ 1903,99 e R$ 2826,65 pagam alíquota de 7,5% + R$142,80
  • Salários entre R$ 2829,66 e R$ 3751,05 pagam alíquota de 15% + R$ 354,80
  • Salários entre R$3751,06 e 4664,68 pagam alíquota de 22,5% + R$636,13
  • Salários cima de R$ 4664,67 pagam alíquota de 27,5% + R$ 869,36

pessoa calculando salário líquido

Como é o cálculo de salário líquido para servidor público federal?

Para os servidores públicos federai as deduções são diferentes! É aplicado outro tipo de imposto, o IRRF, Imposto de Renda Retido na Fonte.

Outra diferença é a contribuição do servidor referente à previdência. Ela não é cobrada através do INSS, e sim pelo PSS/RGPS – Contribuição Previdenciária obrigatória, nos termos da legislação pertinente.

Também são deduzidos os descontos pessoais, referentes ao adiantamento do adicional natalino, ao adiantamento de férias, ou outro acerto de pagamento. Não entram na conta, porém, descontos pessoais, tais como pensão alimentícia, empréstimos, planos de saúde e outros.

E no caso de autônomo?

Se você for um trabalhador autônomo, provavelmente você deve ter algumas dúvidas sobre como calcular o seu salário líquido, e como deduzir os impostos obrigatórios.

O Imposto de Renda sobre Pessoa Física, deve ser calculado mesmo se você não possui um contrato fixo de trabalho.

Como funciona o cálculo de salário líquido dos Estados Unidos?

A tributação nos Estados Unidos é diferente da nossa e, portanto, o resultado do salário líquido também é. Entretanto, governo americano também realiza deduções do salário bruto para fins de impostos, porém em diferentes proporções.

Existe o imposto federal, que se assemelha ao Imposto de Renda, que é deduzido do cheque do trabalhador conforme o nível de renda que possui.

Também existe o Social Security, que é em torno de 7,65% do salário, e que funciona como a nossa previdência. Alguns estados americanos também cobram tributos estaduais.

Porém não são todos, e a porcentagem do tributo também varia de acordo com os estados. Os estados onde esses impostos têm os menores valores são:

  • Alasca
  • Las Vegas
  • Wyoming
  • Florida

Se você gostou de saber mais curiosidades sobre o cálculo de salário líquido ou ainda tem alguma dúvida deixe seu comentário!

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Você Também Pode Gostar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.